Proposta de Estacionamentos para Bicicletas em Aveiro

parking_1b

Enviamos à Câmara Municipal de Aveiro um documento com a proposta de 35 locais para instalação de estacionamentos para bicicletas na cidade de Aveiro.

A proposta, que conta com os apoios da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), do Núcleo Regional de Aveiro da Quercus, da Associação para a Educação e Valorização da Região de Aveiro (AEVA), da Associação Comercial do Distrito de Aveiro, da CORDA – Associação de Desenvolvimento Local, da MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta, da Federação Portuguesa de Ciclismo e da ABIMOTA – Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, Ferragens, Mobiliário e Afins, é constituida por uma lista de soluções práticas com vista a proporcionar oferta de parqueamento, com o mínimo de investimento possível, de forma a suprimir as necessidades mais básicas e prementes de estacionamento para bicicletas na cidade de Aveiro, atenuando a inadequabilidade da rede disponível actualmente.

Os locais propostos foram definidos a partir das contribuições de diversos utilizadores de bicicleta e de dados de observação e registo de utilizadores ao longo de um período de tempo, tendo também em consideração a circulação pedonal, rodoviária, a acessibilidade e o impacto visual. Foram estabelecidos também com base na sua utilização potencial e, como tal, incluem zonas de interesse turístico, zonas desportivas e recreativas, zonas comerciais e diversos equipamentos públicos e outros locais de serviços e de interesse público.

Mapa1

Estacionamentos para bicicletas bem concebidos e bem localizados são um dos principais fatores impulsionadores de atração de novos utilizadores de bicicleta como meio de transporte, pois conferem níveis de comodidade e segurança acrescidos para quem precisa de deixar as suas bicicletas na via pública, funcionando ainda como instrumento de promoção da mobilidade em bicicleta e da própria cidade como moderna, amiga do ambiente e da bicicleta e com espaço público mais agradável.

O documento enviado encontra-se disponível no nosso website, em: http://ciclaveiro.pt/documentos

 


 

Algumas das mensagens de apoio à proposta:

Direção Regional de Aveiro da Quercus:
Gostaríamos, desde já, felicitar o grupo Ciclaveiro pelo dinamismo e profissionalismo com que promovem a utilização da bicicleta na cidade de Aveiro. A Direção Regional de Aveiro apoia esta iniciativa. Acreditamos na proposta

Jorge de Almeida Castro, director da AEVA:
O documento que amavelmente nos fez chegar é para nós de grande valor e de grande oportunidade, porquanto é intenção desta entidade participar ativamente em todas as propostas inovadoras que acrescentem valor não só à cidade de Aveiro, como – e fundamentalmente – à Região de Aveiro.
Neste sentido, manifesto para já toda a solidariedade e apoio, básicos e de princípio, ao documento que nos foi apresentado.

Sandro Araújo, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo:
Agradeço a partilha deste documento, que mostra o meritório (e qualificado) trabalho que o V/ coletivo tem desenvolvido, em particular na zona de Aveiro.
O conteúdo do mesmo não nos merece qualquer reparo, estando solidamente construído e tecnicamente adequado ao contexto de aplicação.
Tendo em conta o volume de investimento necessário previsto para a implementação das soluções preconizadas, a relação custo-benefício é extraordinariamente positiva, e seguramente contribuirá para potenciar o uso da bicicleta na cidade, caso venha a ser implementada.
Há, ainda, muito trabalho a ser feito nesta área (desde regulamentação urbanística mais favorável à possibilidade de “cacifos” para bicicleta em determinados bairros, p.ex.), mas o V/ contributo é muito importante, e esperamos que a autarquia lhe dê o devido seguimento, tendo em conta não apenas o esforço que implicou a elaboração desta proposta, mas o ímpeto de participação cívica que a mobilizou.
Podem contar, obviamente, com o nosso apoio

João Medeiros, secretário geral da ABIMOTA:
– em primeiro lugar, deixe-me saudar a excelência do documento.
– em segundo lugar, a ABIMOTA louva a iniciativa (desinteressada) de cidadãos em propor um reordenamento de espaços urbanos para utilizadores de bicicletas na cidade.
Pelo que nos merece a concordância, na generalidade e nos princípios que os sustentam.

Anúncios

One comment

  1. Pingback: Proposta de Estacionamentos para Bicicletas em Aveiro – continuação | Ciclaveiro

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: