“Ciclovia” através da rotunda da Junqueira em Cacia

A associação Ciclaveiro tomou conhecimento, através dos media e de queixas que lhe foram enviadas por utilizadores de bicicleta, do já famoso e famigerado conjunto de troços de ciclovia recentemente implantado em Cacia. A situação denunciada é de facto bastante grave porque, além das sérias deficiências técnicas1 observadas na implantação daquela via, se cometeu um erro que não se pode explicar apenas por falta de conhecimento técnico mas que afronta o mais elementar bom-senso e o respeito pela integridade física dos ciclistas. A faixa pintada no pavimento para assinalar a via ciclável intersecta o lancil da rotunda, de forma quase invisível para os utilizadores da via, criando assim um degrau na diagonal da faixa ciclável que potencia o despiste e a queda de ciclistas numa zona de alto risco em termos de tráfego automóvel. Note-se que não são só os utilizadores de bicicleta que correm perigo de acidente devido a este erro de construção mas também os condutores de automóveis que circulem na rotunda e que podem ser confrontados com a queda repentina de um ciclista naquela área.

O Ciclaveiro espera que a situação seja corrigida de imediato de forma a evitar acidentes que poderão ter consequências demasiado graves. Além disso, espera-se da parte dos decisores autárquicos uma intervenção mais consistente e ponderada no que toca ao investimento em infra-estruturas de mobilidade activa e, em particular, da mobilidade em bicicleta. Este tipo de erros reflecte a inexistência de uma estratégia integrada  para a mobilidade em bicicleta e a ausência de diálogo com quem utiliza as infraestruturas cicláveis, traduzindo-se em desperdício de fundos públicos e indiciando uma atitude de negligência e de menosprezo pelas condições de circulação dos ciclistas que em nada beneficiam a imagem de Aveiro como pioneira na promoção da utilização da bicicleta.

 

1 Texto que acompanha as fotos publicadas na página de facebook ‘Estúpida Ciclovia’:

«Em Cacia, no Município de Aveiro, foi há dias inaugurada esta rotunda.
Em 2017 – apesar de todos os exemplos de boas práticas e das indicações e alertas da vasta bibliografia existente – continuam a fazer-se, com dinheiros públicos, erros crassos e completamente evitáveis!
A “ciclovia” nesta rotunda constitui um manual quase completo do que não deve ser feito:
– Os troços de “ciclovia” iniciam e terminam em passagens para peões, onde a lei portuguesa (Código da Estrada) proíbe a circulação de bicicletas.
– Troços de ciclovia estão à cota do passeio, o que é indicado pelos manuais de desenho e projecto de infraestruturas para bicicletas como prática incorrecta.
– Os troços de “ciclovia” tem a largura de 1.10 m, quando a bibliografia indica a largura mínima de 1.50 m para ciclovias unidireccionais.
– Em alguns locais a “ciclovia” está parcialmente localizada no passeio e parcialmente na estrada, com um ressalto num ângulo que constitui uma armadilha para os ciclistas.
– Sem qualquer protecção ou buffer-zone, há poucos dias implementada vêem-se já marcas de passagem na “ciclovia” de pneus de veículos motorizados – criando uma situação de potencial colisão e atropelamento de um ciclista.
– Além destes graves erros técnicos, os troços de “ciclovia” ligam a lado nenhum.»

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=689821904543097&id=241012496090709

 

Ciclaveiro – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta

4 de Agosto de 2017

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: